Artigos

Para agregar ao conhecimento

A revisão do texto literário: um trabalho de memória

Elzira Divina Perpétua*
Raquel Beatriz Junqueira Guimarães**

Resumo

A partir da prática de revisão de uma variedade de textos, o artigo reflete sobre o pressuposto de que o texto literário, por sua especificidade, requer do revisor um domínio que extrapola o de um revisor de outras modalidades de textos. Comportando a memória de outros textos, a obra literária, ao ser lida, atualiza a memória do revisor, num exercício constante que exigirá, além dos conhecimentos linguísticos que todo revisor deve dominar, uma prática que se situa nas fronteiras entre a objetividade de um profissional crítico e a subjetividade de um leitor sensível.

Palavras-chave: Revisão; Texto literário; Memória; Mnemônica textual.

 

Antes de debater a questão que ora apresentamos, é preciso esclarecer que partilhamos o ponto de vista de que é possível fazer a revisão de um texto literário sem cair na tentação de considerá-lo um solo sagrado e sem tratá-lo como um texto despossuído de especificidades. Significa dizer que o texto literário, em seu processo de produção, é, tal como outros textos, passível de receber revisões de linguagem e de estilo. O trabalho do revisor, entretanto, não pode perder de vista que se trata de uma obra de arte em processo de constituição. Sob essa perspectiva, o revisor torna-se uma espécie de leitor privilegiado da obra e, ao mesmo tempo, um parceiro de escrita do autor. Dialoga com esse, observando criticamente os aspectos intrínsecos da produção.

Veja mais +

Image